Como funciona?

Entenda como funciona o processo de inscrição do Ciência sem Fronteiras:


- Ter concluído no mínimo 20% e no máximo 90% do seu curso até a data da viagem;
- Ter teste de proficiência no idioma do país que você quer ir;
- Estar cursando sua graduação nas Áreas Prioritárias do Ciência sem Fronteiras;
- Ter no mínimo média 7.0 no seu Histórico Escolar de Graduação;
- Ter feito o ENEM a partir de 2009;

1. Ler o edital do país que você quer ir.

Sim, nos editais você encontra todas as informações que são necessárias à você, inclusive informações específicas sobre os países que você tem interesse. Então, leia os editais porque são muito importantes.

2. Fazer o teste de proficiência.
3. Inscrição no site do Governo.

Esta inscrição é para que você concorra à bolsa pelo CNPq ou CAPES. Para isso, você vai precisar dos seguintes documentos.

- Histórico Escolar de Graduação (aquele retirado no SIGA);
- Comprovante de Iniciação Científica (se houver);
- Comprovante de Premiações (se houver). Comprovantes de cursos não valem;
- Comprovante do Teste de Proficiência; - Currículo Lattes atualizado na plataforma do CNPq;

Acesse o site do governo para realizar a sua inscrição.


4. Retirar seu passaporte.

Você vai precisar do seu passaporte apenas quando for fazer a inscrição no parceiro.

Para retirar seu passaporte, faça o pedido pelo site da Polícia Federal. Custa em torno de R$156,00. Lembre-se de que se você já possui um passaporte deverá verificar se ele não vencerá antes ou durante a viagem (passaporte tem validade de 5 anos, após isso é necessário fazer outro na Polícia Federal.

É importante lembrar que alguns países pedem que o seu passaporte não vença em até 6 meses depois que você volta de viagem. Por exemplo, se você volta em Dezembro, seu passaporte não pode vencer até Junho.

5. Inscrição no parceiro do país, quando houver.

Você receberá um email para se cadastrar no parceiro, porém isso não quer dizer que você já ganhou a bolsa.
O Parceiro geralmente é um órgão que gerencia as inscrições em universidades. Ele que vai escolher, juntamente com a CAPES e/ou CNPq, a universidade que você vai estudar.
Dependendo do país, não existe parceiro e as universidades fazem contato diretamente com o aluno.

6. Conseguir o visto para o País.

Você deve se inscrever para conseguir o visto no consulado do país APENAS quando tiver os seguintes documentos:

- Carta de aceite (emitida pela universidade de destino);
- Carta de benefício (emitida pela CAPES/CNPq);
(Ver no site do consulado do país quais outros documentos são necessários.)

7. Hora de viajar! :D

Agora que você já passou por todas as etapas de avaliação, já conseguiu o seu visto e provou que é um aluno que merece ter a chance de estudar em uma universidade de renome em outro país, prepare-se para arrumar as malas!

Alunos da PUCPR que já estão lá fora estudando fizeram depoimentos e dicas de viagem para ajudar os próximos estudantes;

8. Mantenha contato com a PUCPR

Você deve manter contato com a PUCPR durante a sua viagem. Para isso, nós estamos preparand uma página para que você possa postar os documentos solicitados e mandar notícias suas, como depoimentos, vídeos etc. Será disponibilizada em breve.

Entre em contato com a Coordenação do Ciência sem Fronteiras. Preencha também suas informações na página de Acesso ao Bolsista

9. Relatório Final

Depois de ter aproveitado o seu tempo no exterior, estudando, fazendo estágio e/ou pequisas, você deve fazer um relatório para contar sobre a sua experiência no exterior.

Contribua, também, durante a viagem com vídeos, depoimentos e dicas de viagem para que possamos postar aqui no site e mostrar para todos os alunos o quão importante é uma bolsa de graduação Sanduíche pelo Ciência sem Fronteiras!


(41) 3271-2112 | 3271-1602

Rua Imaculada Conceição, 1155
Prédio Administrativo - 6º andar - Câmpus Curitiba
Prado Velho - 80215-901
Curitiba - Paraná - Brasil