O texto natural: sobre a tarefa nietzschiana de “retraduzir o homem de volta à natureza” | Estudos Nietzsche
Número Atual
Sobre a Revista
Corpo Editorial
Números Disponíveis
Busca
Índice
Submissão de Artigos
Avisar por e-mail
Instruções para autores

Licenciado sob uma
Licença Creative Commons

Patrocínio

 

O texto natural: sobre a tarefa nietzschiana de “retraduzir o homem de volta à natureza” | O texto natural: sobre a tarefa nietzschiana de “retraduzir o homem de volta à natureza” | Estudos Nietzsche

v. 5 n. 2 Jul./Dez. 2014 

DOI: 10.7213/estudosnietzsche.05.002.AO01
 
  O texto natural: sobre a tarefa nietzschiana de “retraduzir o homem de volta à natureza”

The natural text: about the Nietzschean task to “re-translate man back to nature”

 Alice Medrado 1
 
Resumo

Este texto traz uma interpretação do aforismo 230 de Além de Bem e Mal, em que Nietzsche define sua tarefa como aquela de “retraduzir o homem de volta à natureza”. Tomamos a metáfora filológica como fio condutor em nossa investigação acerca das afirmações nietzschianas no sentido de recuperar o “eterno texto básico homo natura”, buscando traços da filologia cética desenvolvida por Nietzsche em sua juventude que permitam uma certa abordagem de sua tentativa madura de superação do discurso moderno sobre a natureza humana. Por fim, situamos brevemente os pontos programáticos de BM 230 em relação ao contexto geral da obra Além de Bem e Mal; em particular, tomamos o tratamento do tema da vontade de verdade e honestidade intelectual presentes em BM 230 como uma pista importante para compreensão do programa de “filosofia do futuro” anunciado em Além de Bem e Mal.

Palavras-chave : Natureza humana. Vontade de verdade. Filologia cética. Além de Bem e Mal.
 
Abstract

This text carries out an interpretaton of paragraph 230 of Beyond Good and Evil, in which Nietzsche defines his task as that of “translating man back to nature”. We take the philologic metaphor as a guideline to our investigation on nietzschean claims to retrieve the “eternal basic text homo natura”, seeking for traits of the skeptic philology developed by Nietzsche in his youth, ones that allow a certain approach to his mature attempt to overcome modern discourse on human nature. At last, we briefly locate the program points featuring BGE 230 in the general context of the oeuvre Beyond Good and Evil; particularly, we take the treatment dispensed to the theme of will to truth and intellectual honesty in BGE 230 as an important hint to understanding the program of “philosophy of the future” announced in Beyond Good and Evil.

Keywords : Human nature. Will to truth. Skeptic philology. Beyond Good and Evil.

 

1 Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, MG, Brasil, e-mail: alicemedrado@yahoo.com.br


Recebido em 12/02/2015; Aceito em 25/04/2015.
Received in ; Accepted in .
[pdf]

 

OAI-ID: oai:estudosnietzsche.pucpr.br:article/15304
link: http://www2.pucpr.br/reol/index.php/ESTUDOSNIETZSCHE?dd1=15304&dd99=view