Conhecimento e vida como processo de transfiguração produtor de sentido: Sobre razão poética, arte e perspectivismo em Nietzsche | Estudos Nietzsche
Número Atual
Sobre a Revista
Corpo Editorial
Números Disponíveis
Busca
Índice
Submissão de Artigos
Avisar por e-mail
Instruções para autores

Licenciado sob uma
Licença Creative Commons

Patrocínio

 

Conhecimento e vida como processo de transfiguração produtor de sentido: Sobre razão poética, arte e perspectivismo em Nietzsche | Conhecimento e vida como processo de transfiguração produtor de sentido: Sobre razão poética, arte e perspectivismo em Nietzsche | Estudos Nietzsche

v. 5 n. 2 Jul./Dez. 2014 

DOI: 10.7213/estudosnietzsche.05.002.AO06
 
  Conhecimento e vida como processo de transfiguração produtor de sentido: Sobre razão poética, arte e perspectivismo em Nietzsche

Knowledge and life as a transfiguration process producer of meaning: About inventive reason, art and perspectivism in Nietzsche

 Nicola Nicodemo 1
 
Resumo

A crítica da razão e do conhecimento formam um traço marcante e essencial da filosofia de Nietzsche, desde O nascimento da tragédia até as obras tardias. Pretendo debater a seguir, por um lado, as reflexões de Nietzsche sobre a razão. Eu atentarei especialmente às considerações sobre a razão, reveladoras e decisivas para a obra tardia, de Humano, demasiado humano, Aurora, e Gaia ciência, que lamentavelmente não encontraram atenção suficiente na Pesquisa-Nietzsche. O objetivo é destacar o traço poético fundamental da razão, seus aspectos psicológicos, culturais, seu aspecto servente à vida e, não menos importante, seu significado decisivo no processo de plasmação da vida. Entretanto, é indispensável para esse fim considerar a ideia nietzschiana de uma filosofia experimental e de uma vida experimental, e analisar a decisiva crítica e valoração da arte como transfiguração, ou seja, como processo criativo e inventor de sentido, e a arte como promotora da vida. Na sequência, esclarecerei o novo paradigma do conhecimento no fio condutor do corpo, a complexidade da vontade e a suportabilidade do perspectivismo, que caracterizam o pensamento de Nietzsche a partir de Assim falou Zaratustra. Pensar e viver podem ser interpretados, desde um cruzamento de razão, arte e vontade, como processo de transfiguração, isto é, como processo de interpretação, como processo de deslocamento de sentido e definição de valores. Diante desse cenário, pode-se evidenciar a intenção nietzschiana de definir critérios à edificação de uma cultura mais elevada e de dar uma resposta à questão do sentido da vida, levantada no decorrer de sua filosofia.

Palavras-chave : Razão poética. Sentido da vida. Perspectivismo. Transfiguração. Vontade de poder.
 
Abstract

From The Birth of Tragedy to the late writings, the critique of both reason and knowledge are two main topics of Nietzsche’s philosophy. The aim of my essay is, first, to discuss Nietzsche’s reflections on reason. I will pay particular attention to the insightful reflections on reason in Human, All Too Human, Daybreak and The Gay Science, which are crucial for the late works and that, unfortunately, Nietzsche-scholars mostly neglected. In doing this, I shall focus on the fundamental inventive character of reason, her both physiological and cultural aspects, and, finally, the role she plays on human life. In order to achieve this aim, I shall then deal with Nietzsche’s idea of an experimental philosophy and life. Moreover, I shall stress Nietzsche’s criticism of art and its revaluation as “Transfiguration”, i.e. as a process of meaning-creation. Furthermore, I will deal with the new paradigm of knowledge that follows from Nietzsche’s exhortation to make reference to the body, and his focusing on the complexity of the will and on perspectival character of any worldview. The relationship between reason, art and will, lead us to a view of both thought and life as “transfiguration” processes, that is, as interpretive, meaning-shifting, and evaluative processes. As I will suggest, this is the framework of Nietzsche’s aim to develop a higher culture and to answer the question about the meaning of life.

Keywords : Inventive reason. Meaning of life. Perspectivism. Transfiguration. Will to power.

 

1 Humboldt-Universität zu Berlin (HU-Berlin), e-mail: nicola.nicodemo@gmail.com


Recebido em 21/03/2015; Aceito em 02/05/2015.
Received in ; Accepted in .
[pdf]

 

OAI-ID: oai:estudosnietzsche.pucpr.br:article/15307
link: http://www2.pucpr.br/reol/index.php/ESTUDOSNIETZSCHE?dd1=15307&dd99=view