IV Jornada Interdisciplinar de Pesquisa em Teologia e Humanidades
article

IV Jornada Interdisciplinar de Pesquisa em Teologia e Humanidades, v.2, n.2, 2013.

PASTORAL DA SAÚDE EM RELAÇÃO COM A PASTORAL DA CRIANÇA NA PERSPECTIVA DA BIOÉTICA E A VUNERABILIDADE DA GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA


APARECIDA MENDES DE MEDEIROS
WALDIR SOUZA

Este artigo visa buscar um mapeamento da Pastoral da Saúde em relação à Pastoral da Criança, com base na Bioética. O objetivo deste artigo foi refletir e analisar a Pastoral da Saúde em relação à Pastoral da Criança na perspectiva da Bioética. A metodologia é qualitativa de cunho bibliográfico, por meio de observação direta, leitura dos documentos da Igreja, leituras bibliográficas a respeito da bioética, visitas às coordenadorias da Pastoral da Saúde e da Pastoral da Criança. A Pastoral da Saúde está presente nas comunidades, conselhos de saúde, escolas, associações de bairros, sindicatos e em todos os espaços em que os cidadãos participam. O trabalho dos agentes acontece de acordo com as dimensões de atuação desta pastoral e é sempre motivado pela espiritualidade da acolhida e proteção à vida. É também nessa dimensão que trata a Pastoral da Criança. O cuidado integral com a gestante, a integração familiar na sociedade, o cuidado com o bebê recém-nascido até a primeira infância, quando a criança completa seis anos de idade. A incumbência da Pastoral da Saúde junto à Pastoral da Criança, e vice versa sob a perspectiva da Bioética, é de garantir o direito fundamental do indivíduo no que diz respeito à saúde, integração social e dignidade humana. Na perspectiva da Bioética, tais Pastorais são instrumentos que buscam não só cuidar do doente em si, mas sim do vulnerável enquanto pessoa necessitada.


Palavras-chave: Pastoral da Saúde. Pastoral da Criança. Bioética.





Texto completo em PDF