V Congresso ANPTECRE
article

V Congresso ANPTECRE, v.5, 2015.

O ENSINO RELIGIOSO E O LIVRO DIDÁTICO


Claudia Regina Condello Candido de Oliveira Kluck
Sérgio Rogério Azevedo Junqueira

A identidade do Ensino Religioso no Brasil foi esmiuçada a partir de pesquisas a respeito da produção científica brasileira, dos cursos de formação de professores e da análise da legislação do Ensino Religioso no Brasil, e empreende-se o mesmo através dos Livros Didáticos para esta disciplina. Como forma de contribuir para o desenvolvimento da mesma buscou-se compreender a contribuição do livro didático do Ensino Religioso, no Brasil, durante o período republicano. Metodologicamente optou-se por entender o percurso do livro didático desde sua gênese (catequética) até assumir a envergadura de disciplina legal na escola. A metodologia de pesquisa com base na perspectiva da História Cultural, do tipo “estado da arte por ser possível, assim, contribuir com a teoria e prática de uma área do conhecimento” (MESSINA, 1998, p.1). Foram considerados, enquanto fontes, os materiais localizados na Biblioteca Wolfgang Gruen, do Grupo de Pesquisa Educação e Religião, reunindo 701 títulos, de diferentes épocas e configurações. A opção pelo viés da História cultural está ligada ao fato de que a escola, ao fazer uso de determinados objetos culturais, deles se apropria de forma criativa e diferenciada, como lembram Chartier (1990 e 2002) e Chervel (1990), sendo possível perceber como as práticas e suas representações são construídas. Os diferentes contextos e respectivas configurações do Ensino Religioso são demonstrados pelo levantamento e análise das fontes. A vastidão do material localizado se contrapôs a escassez de concepções reveladas. O contexto educacional é revelado a partir do material encontrado sendo possível vislumbrar os modelos operacionalizados e as possibilidades para a disciplina.


Palavras-chave: Ensino Religioso; Livro Didático; História.





Texto completo em PDF