V Congresso ANPTECRE
article

V Congresso ANPTECRE, v.5, 2015.

O PAPEL DA FENOMENOLOGIA PARA A COMPREENSÃO DA CATEGORIA ‘INCLUSÃO’ NA APRENDIZAGEM DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL E SUAS IMPLICAÇÕES NO ENSINO RELIGIOSO.


Elizabete Aparecida Pereira

Para compreender o fenômeno ‘inclusão’ na educação da pessoa com deficiência intelectual, este artigo apresenta a importância do papel da Fenomenologia, tendente a captar o verdadeiro significado daquela categoria sob a perspectiva do incluído no tocante ao processo de ensino e aprendizagem, porquanto, na prática, o conceito equivocadamente aplicado é o da ‘integração’. Sob os objetivos de distinguir conceitualmente as categorias inclusão e integração e de tecer considerações sobre a Fenomenologia proposta por Husserl, os primados desta são aplicados à educação oferecida à pessoa com deficiência intelectual na rede comum de ensino. Metodologicamente, o artigo comporta revisão bibliográfica pertinente à conceituação das categorias inclusão e integração bem como ao método fenomenológico husserliano, tendente ao resultado que verifica a utilidade de aplicação deste como suporte teórico que subsidie pesquisas qualitativas ao fenômeno versado. Em considerações finais, o artigo deságua na constatação de que a adequada utilização da terminologia inclusão a outras situações de alteridade, como a decorrente de profissão religiosa, permite aplicá-la como primeira grande lição da disciplina Ensino Religioso, atinente ao respeito às diferentes crenças.


Palavras-chave: Deficiência, Fenomenologia, Inclusão, Integração, Religião





Texto completo em PDF