Revista Acadêmica: Ciência Animal
article

Revista Acadêmica: Ciência Animal, v.11, n.1, 2013.

Farinha do resíduo de tucumã (Astrocaryum vulgare Mart.) na alimentação de poedeiras


Waldo Mateus Plácido Miller 1
Frank George Guimarães Cruz 2
Ewerton Oliveira das Chagas 3
André Ferreira Silva, Rafael Torres Assante 4

O objetivo do experimento foi avaliar o desempenho zootécnico e econômico da inclusão de níveis crescentes (0, 5, 10, 15 e 20%) de farinha do resíduo de tucumã (FRT) em rações de aves poedeiras comerciais. Foram utilizadas 160 aves Dekalb White com 56 semanas de idade distribuídas em 20 gaiolas. O delineamento foi o inteiramente casualizado e os dados foram analisados utilizando regressão polinomial. O consumo de ração apresentou efeito quadrático, reduzindo à medida que se aumentava o nível de FRT, com médias de 101,90; 100,32; 98,27; 94,29 e 92,76, respectivamente. A produção de ovos, conversão alimentar por dúzia de ovos e conversão alimentar por massa de ovos não foram influenciados pelos tratamentos. O percentual de albúmen e a espessura da casca foram afetados pelos tratamentos (p < 0,05), tendo os níveis 20% e 5% apresentado os melhores resultados, respectivamente. A pigmentação da gema foi influenciada pelos tratamentos (p < 0,05) tendo o nível 20% de inclusão apresentado maior pigmentação (8,0). O menor custo da ração e produção foi obtido pelo nível 20% de inclusão da farinha, apesar de apresentar a menor renda líquida. É possível utilizar até 20% de FRT sem alterar a conversão alimentar por dúzia de ovos, conversão alimentar por massa de ovos e percentagem de albúmen.


Palavras-chave: Resíduo de tucumã. Produção de ovos. Conversão alimentar. Qualidade dos ovos. Poedeiras


Flour from tucum (Astrocaryum vulgare Mart) residue in the diet of laying hens


The objective of this experiment was to evaluate the growth performance and economic feasibility of increasing levels (0, 5, 10, 15 and 20%) of tucum flour residue (FRT) in diets of laying hens. One hundred and sixty Dekalb White birds with 56 weeks of age distributed in 20 cages were used. The experimental design was completely randomized and data were analyzed using polynomial regression. The feed intake showed a quadratic effect, reducing as FRT increases, with averages of 101.90, 100.32, 98.27, 94.29 and 92.76, respectively. Egg production, feed conversion per dozen eggs and feed conversion per egg mass were not affected by treatments. The percentage of albumen and shell thickness were affected by treatments (p < 0.05); levels of 20% and 5% presented the best results. The yolk color was influenced by treatments (p < 0.05) and the 20% inclusion level resulted in a greater pigmentation (8.0). The lower cost of feed and production was obtained at 20% of flour inclusion, despite having the lowest net income. It is possible to use up to 20% without changing the FRT feed conversion per dozen eggs, feed conversion per egg mass and percentage of albumen.


Keywords: Residue tucumã. Eggs production. Feed convertion. Performance. Egg quality. Hens.

1 Acadêmico do curso de Zootecnia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Manaus, AM - Brasil, e-mail: waldomiller@zootecnista.com.br
2 Engenheiro-agrônomo, doutor em Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Manaus, AM – Brasil, e-mail: frankcruz@ufam.edu.br
3 Zootecnista, mestrando em Biotecnologia Aplicada à Agropecuária pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra),Manaus, AM - Brasil, e-mail: ewertonchagas13@yahoo.com.br
4 Acadêmicos do curso de Zootecnia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Manaus, AM - Brasil, e-mails: andresilva@zootecnista.com.br

Texto completo em PDF