Revista Diálogo Educacional
article

Revista Diálogo Educacional, v.15, n.44, 2015.

Avaliação da educação superior: limites e possibilidades do Núcleo Docente Estruturante


Alboni Marisa Dudeque Pianovski Vieira 1
Sirley Terezinha Filipak 2

O artigo se insere nas políticas públicas relativas à avaliação da educação superior e sua relação com a qualidade da gestão, em especial no que se refere ao Núcleo Docente Estruturante (NDE), implantado pela Resolução n. 1/2010 — CONAES, o qual possui atribuições acadêmicas de acompanhamento do projeto pedagógico do curso no processo de sua concepção, consolidação e atualização. O objetivo da pesquisa é discutir a percepção dos integrantes do NDE de cursos ofertados por uma universidade privada a respeito dessa relação. Como objetivos específicos, são discutidos e analisados: a) os fundamentos políticos que culminaram com a obrigatoriedade da criação do NDE em todos os cursos de graduação; b) a percepção dos membros do NDE dos cursos pesquisados a respeito da exigência de sua implantação, da atuação do NDE do qual participa e de limites e possibilidades evidenciados; e c) a relação entre a atuação do NDE e a coordenação do curso. O estudo está fundamentado em documentos que tratam das políticas de gestão e avaliação institucional na educação superior no Brasil. Buscou-se apoio teórico nos trabalhos de Costa (2005), Gutierrez e Catani (2011) e Lück (2011), entre outros. De abordagem qualitativa, a análise dos dados coletados por meio de questionários subsidiou-se nas orientações de Bogdan e Biklen (1994) e André (2006). Os resultados apontaram para a relevância da atuação do NDE, como responsável pelo acompanhamento no processo de concepção, consolidação e contínua atualização do projeto pedagógico de curso, com vistas à melhoria de sua qualidade.


Palavras-chave: Núcleo Docente Estruturante. Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Gestão da educação superior.


Evaluation of higher education: limits and possibilities of the Structuring Teaching Core


The paper addresses public policies related to the evaluation of higher education and their relation to management quality, in particular regarding the Structuring Teaching Core (implemented by Resolution n. 1/2010 - CONAES), which has academic assignments of monitoring the course pedagogical project in its design, consolidation and update. The research aims to discuss how courses offered by one private university are perceived by the members of their respective Structuring Teaching Cores on this relationship. As specific objectives, the following topics are discussed and analyzed: a) the political ground that culminated in the mandatory creation of Structuring Teaching Cores in all undergraduate courses, b) how the members of the surveyed courses´ STCs perceive the requirement of their implementation, the performance of the corresponding STC, and the limits and possibilities evidenced, and c) the relationship between STC performance and course coordination. The study is based on documents about policies on institutional management and assessment in higher education in Brazil. Theoretical support was sought in the work of Costa (2005), Gutierrez and Catani (2011), and Lück (2011), among others. The analysis of the data collected through questionnaires was approached qualitatively and followed the guidance of Bogdan and Biklen (1994) and André (2006). The results pointed to the importance of the STC role, as responsible for monitoring the process of design, consolidation and continuous update of the course pedagogical project, aiming to improve its quality.


Keywords: Structuring Teaching Core. National System of Higher Education Evaluation. Higher education management.

1 Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Curitiba, Paraná, PR, Brasil, e-mail: alboni.vieira@pucpr.br
2 Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Curitiba, Paraná, PR, Brasil, e-mail: sirley.filipak@pucpr.br

Texto completo em PDF