Jornada Interdisciplinar de Pesquisa em Teologia e Humanidades
article

Jornada Interdisciplinar de Pesquisa em Teologia e Humanidades, v.1, n.1, 2011.

Aplicação da Fenomenologia na Pesquisa em Teologia e Psicologia


Marcio Fernandes 1

A pesquisa fenomenológica hoje apresenta várias vertentes a partir de leituras diversificadas e até mesmo conflitantes. Entretanto, seja na filosofia, na psicologia ou nas Ciências da Religião, a fenomenologia nos convoca a “uma disponibilidade preliminar para acolher a realidade em seu oferecer-se à consciência como “dado originário”, ou como fenômeno que se manifesta por si mesmo” (Greco, p. 38). Aplicada à religião, a fenomenologia reconhece que o fenômeno religioso não é separável da consciência e se apresenta como um estudo rigoroso que pretende fazer emergir os significados vivenciais deste fenômeno. A identificação das vivências constitui a genial descoberta husserliana. A análise das vivências mesmas, por meio da redução fenomenológica, coloca em evidência a duplicidade entre o momento noético intencional e o momento hilético ou material. Faz-se mister, entretanto, compreender que o campo de estudos de fenomenologia da religião não é o mesmo daquele que chamamos de psicologia da religião e, ainda, que a relação entre a fenomenologia e a psicologia é delicada e não se reduz aos estudos da experiência religiosa.





1 Pontifícia Universidade Católica do Paraná-PUCPR

Texto completo em PDF