Psicologia Argumento
article

Psicologia Argumento, v.29, n.64, 2011.

ASPECTOS PSICOSSOCIAIS DA PARENTALIDADE: O PAPEL DE HOMENS E MULHERES NA FAMÍLIA NUCLEAR


Juliane Callegaro Borsa 1
Maria Lucia Tiellet Nunes 2

O presente artigo refere-se a uma discussão acerca dos aspectos psicossociais da parentalidade. Considerando a ênfase atribuída ao papel da mãe na família nuclear, em comparação com o papel do pai, foi realizado um levantamento de artigos sobre maternidade e paternidade em diferentes bases de dados online, com o objetivo de verificar a frequência de estudos publicados. Tal busca permitiu corroborar a expectativa de que, ainda hoje, os estudos sobre a relação mãe/filhos(as) são mais abundantes que os estudos sobre pais/filhos(as), reforçando a ideia construída socialmente de que as crianças devem ser cuidadas pelas mães, prioritariamente. Tal concepção, construída ao longo da história, acaba por diferenciar o papel de homens e mulheres na família contemporânea e, consequentemente, a maneira com que pais e mães se relacionam com suas crianças. Observou-se que, segundo a literatura específica sobre o tema, as concepções quanto ao lugar de homens e mulheres nas relações familiares são percebidas de maneira distinta, resultando em diferentes formas de relação e interação parental. Ainda hoje, a despeito das diversas mudanças ocorridas nos papéis sociais e na dinâmica das famílias contemporâneas, as mulheres ainda são vistas como as principais cuidadoras, sendo atribuído a elas o cuidado prioritário não apenas dos filhos, mas também do lar.


Palavras-chave: Parentalidade. Paternidade. Maternidade. Pai. Mãe.


Psychosocial aspects of parenting: Men and women’s role in nuclear families


This article aim to discuss the psychossocial aspects of pareting. Considering the emphasis on the mother\´s role in the nuclear family, in comparison to the father\´s role, a survey of articles about maternity and paternity, in different online databases was carried out, in order to verify the frequency of published studies. This survey corroborate the expectation that, even today, studies about mother/child relationship are more frequent than father/ child studies, reinforcing the socially constructed idea that children should be cared by their mothers, as a priority. This conception, constructed along the history, shows differences about the roles of men and women in contemporary family and consequently, the relation among parents and children. It was observed that, according to the literature about this subject, the conceptions regarding the role of men and women in family relationships are perceived differently, resulting in different forms of parental relationship and interaction. Even today, despite by several changes in social roles and dynamics of modern families, the women are still seen as the primary caregivers, being assigned to them, the priority care, not only to the children, but also to home.


Keywords: Parenting. Fatherhood. Motherhood. Father. Mother.

1 Psicóloga, Mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Doutoranda em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS - Brasil, e-mail: psicojuli@yahoo.com.br
2 Psicóloga, Doutora em Psicologia pela Universidade Livre de Berlim, professora titular da Faculdade de Psicologia, coordenadora do Programa de Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre, RS - Brasil.

Texto completo em PDF