Fisioterapia em Movimento
article

Fisioterapia em Movimento, v.30, n.1, 2017.

Thermographic and anthropometric assessment of electrical stimulation on localized body fat


Graciele Guimarães Pitelli Aroca
Larissa Granato Viana
Rafaela Ferreira de Araújo Costa
Dalilia Schmildt
Ligia de Sousa

Introduction: Adiposity is defined as the accumulation of energy reserves within the adipose tissue at specific body sites. Low-frequency electrical stimulation elicits lipolysis. When applied by insertion of needles into the dermis-hypodermis junction, it leads to a modification of the interstitial space, favoring metabolic changes and lipolysis. Objective: To investigate the effects of electrical stimulation on body fat localized to the abdomen and flanks. Methods: Randomized, controlled clinical trial consisted of two groups of women with body fat localized to the abdomen and flanks. The intervention group (IG) was made up of 9 women (± 24,77 years) who received ten sessions of electrical stimulation, whereas the control group (CG) was made up of 7 women (± 21,8 years) who did not receive electrical stimulation. Perimetric, adipometric and thermographic data were collected before and after the intervention. Data were analyzed using the Shapiro-Wilk test, t test, one-way ANOVA. The significance level was set at p < 0,05. Results: There were statistically significant differences between the intervention and control groups in the assessment immediately following intervention (IG: 33.08 ± 1.00; CG: 30.83 ± 1.5; p = 0.002), 15 minutes following intervention (IG: 33.05 ± 0.48; CG: 30.40± 1.24; p < 0.0001) and at the endpoint (IG: 32.22 ± 14.20; CG: 30.53 ± 1.34; p=0.005) for the thermographic data. For the anthropometric variables, there were no statistically significant differences before and after treatment. Conclusion: Electrical stimulation evokes a significant increase in the temperature of the subcutaneous tissue.


Palavras-chave: Abdominal Fat. Electric Stimulation Therapy. Lipolysis.


Avaliação termográfica e antropométrica da eletrolipólise na adiposidade localizada


Introdução: Adiposidade é o acúmulo de reservas energéticas no tecido adiposo, em regiões específicas. A estimulação elétrica de baixa frequência como geradora da lipólise, quando aplicada com agulhas inseridas na junção derme-hipoderme, gera modificação do meio intersticial, favorecendo as trocas metabólicas e a lipólise. Objetivo: Investigar o efeito da eletrolipólise na adiposidade localizada em região abdominal e de flancos. Métodos: Ensaio clínico controlado e randomizado constituído de dois grupos: grupo intervenção GI, constituído de 9 mulheres (± 24,77 anos) com adiposidade localizada nas regiões abdominal e de flancos, que realizaram dez sessões de eletrolipólise; e o grupo controle GC, constituído de 7 mulheres (± 21,8 anos) que não realizaram as sessões de eletrolipólise. Prévia e posteriormente à intervenção foram coletados a perimetria, a adipometria e a análise termográfica. Para análise dos dados foram utilizados os testes Shapiro-Wilk, teste T, teste One-Way ANOVA; considerou-se nível de significância de p < 0,05. Resultados: Para os dados termográficos, observou-se diferença estatística entre os grupos intervenção e controle na reavaliação imediata (GI: 33,08 ± 1,00; GC: 30,83 ± 1,5; p = 0,002), reavaliação após 15 minutos de aplicação da técnica (GI: 33,05 ± 0,48; GC: 30,40±1,24; p < 0,0001) e na reavaliação final (GI:32,22 ± 14,20; GC: 30,53 ± 1,34; p=0,005). Para as variáveis antropométricas, não houve resultado significativo antes e após o tratamento. Conclusão: A eletrolipólise promove incremento significativo na temperatura do tecido subcutâneo.


Keywords: Gordura Abdominal. Terapia por Estimulação Elétrica. Lipólise.



Texto completo em PDF