Fisioterapia em Movimento
article

Fisioterapia em Movimento, v.30, n.1, 2017.

Evolution of patients with heart disease after cardiopulmonary rehabilitation program: case report


Saulo Fabrin
Nayara Soares
Simone Cecílio Hallak Regalo
Jacqueline Rodrigues de Freitas Vianna
Eloisa Maria Gatti Regueiro

Introduction: Recovery and maintenance of patients suffering from heart and respiratory diseases using the cardiopulmonary rehabilitation program (CPRP) help maintain their functionality and improve the activities of daily living (ADLs) carried out according to their functional limitations. Objective: To investigate the efficacy of a CPRP in a patient with cardiopulmonary disease, following a 5-month training program. Methods: A 66-year-old female patient, body weight 78 kg, height 1.55 m, diagnosed with acute myocardial infarction and bronchial asthma underwent a six-minute walk test (6MWT) to measure exercise tolerance; the Wells Bench was used to measure the flexibility of the posterior chain and lower limbs (LL), and a handheld dynamometer (HHD) was used to measure upper limb strength (ULS). Vital sign measurements include blood pressure (BP), heart rate (HR), respiratory rate (RR), oxygen saturation (SpO2) as well as dyspnea and LL fatigue (modified Borg scale) at rest, during and after 5-month CPRP. Results: An increase of 145 meters during the cardiopulmonary rehabilitation program i.e. 30% of walk distance (WD) in the 6MWT (pre = 345, post = 490m). There was an increase of 32% in flexibility (pre = 13, post = 19cm); in right upper limb (pre = 26, post = 60 kgf) and left lower limb strength (pre = 28, post = 72kgf), there was an increase of 57% and 61%, respectively. Conclusion: The CPRP proved to be effective in increasing exercise capacity, upper limb strength and flexibility of the posterior chain and lower limbs.


Palavras-chave: Myocardial Infarction. Bronchial Asthma. Rehabilitation. Physiotherapy.


Evolução de paciente cardiopata após protocolo de reabilitação cardiopulmonar: relato de caso


Introdução: A recuperação e manutenção de pacientes que sofrem de problemas cardíacos e respiratórios utilizando o Protocolo de Reabilitação Cardiopulmonar (PRCP) auxiliam na funcionalidade e no desenvolvimento das atividades de vida diárias (AVD) respeitando os limites fisiológicos. Objetivo: Verificar a eficácia de um PRCP em uma paciente com doença cardiorrespiratória, após cinco meses de treinamento. Métodos: Foi avaliado um paciente, gênero feminino, 66 anos, peso 78 Kg, altura 1,55 m, apresentando infarto agudo do miocárdio (IAM) e asma brônquica, submetido a avaliação da tolerância ao exercício pelo Teste de Caminhada de Seis Minutos (TC6), da flexibilidade da cadeia posterior e de membros inferiores (MMII) pelo Banco de Wells e avaliação da força de membros superiores (MMSS) pela dinamometria, com mensuração dos sinais vitais: pressão arterial (PA), frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR), saturação periférica de oxigênio (SpO2), bem como dispnéia e cansaço de MMII avaliados pela Escala de Borg (EB-CR10), em repouso, durante e após a realização dos testes, pré e pós cinco meses do PRCP. Resultados: Verificou-se aumento de 145 metros no período do PRCP, ou seja, 30% da distância percorrida (DP) no TC6 (pré=345, pós=490 metros), na flexibilidade (pré=13, pós=19cm) observou-se um aumento de 32% e na força de MMSS observou-se para MSD (pré=26, pós=60 Kgf) e MSE (pré=28, pós=72 Kgf) um aumento de 57% e 61% respectivamente. Conclusão: Conclui-se que o PRCP no caso relatado mostrou-se eficaz no aumento da capacidade de exercício, força de MMSS e flexibilidade da cadeia posterior e de MMII.


Keywords: Infarto do Miocárdio. Asma Brônquica. Reabilitação. Fisioterapia.



Texto completo em PDF