URBE - Revista Brasileira de Gestão Urbana
article

URBE - Revista Brasileira de Gestão Urbana, v.AOP, n.AOP, 2017.

Patrimônio cultural e tombamento no Rio Grande do Sul: uma contribuição para os estudos urbanos


Daniel Luciano Gevehr
Gabriela Dilly

O artigo discute os processos de tombamento de 151 bens culturais pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (IPHAE) do Estado do Rio Grande do Sul. Pretende-se analisar quais os mecanismos envolvidos na produção da memória, que busca, por meio dos bens tombados, criar lugares de memória, que, por sua vez, se apresentam diretamente associados ao planejamento dos diferentes espaços da cidade. Partimos do princípio de que a gestão do espaço é resultado de uma seleção e, nesse contexto, o patrimônio cultural – presente nos espaços urbanos – também surge de escolhas. Discutem-se a dinâmica presente na eleição dos bens culturais e quais as suas áreas geográficas de maior concentração. Propõe-se, ainda, a interpretação desses espaços da cidade, enquanto lugares de memória, na medida em que, mediante suas denominações e organização próprias, revelam um complexo processo de manipulação da memória coletiva. O estudo pretende, ainda, discutir os desdobramentos desse processo que envolve a seleção desses lugares, para se pensar a cidade e seu patrimônio, com base no processo que envolve o planejamento.


Palavras-chave: Patrimônio cultural. Tombamento. Cidade.


Cultural heritage and official historic landmarking in Rio Grande do Sul: a contribution to urban studies


This article discusses the processes of declaring certain cultural properties into historic landmarks, naming 151 cultural properties by IPHAE - Historic and Artistic Heritage Institute of Rio Grande do Sul. The aim is to analyze which are the mechanisms involved in the production of memory, which seeks to form places of memory through historic landmarking declarations. These places seem to be directly associated with the planning and management of the different places around town. It is assumed that the management of such space is the result of a selection and in this context, the cultural heritage - present in the urban spaces - is also a result of such selections. It was discussed the dynamics present in the election of cultural properties and their main geographical areas of concentration. It is also proposed the interpretation of these spaces reveal a complex process of collective memory manipulation, due to their particular denominations and organization. Finally, this study intends to discuss the development of this process that involves these places, to think about the city and its patrimony from the process that involves planning.


Keywords: Cultural heritage. Official historic landmarking. City.



Texto completo em PDF